MOVIMENTO

MOVIMENTO

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Após paralisação, PM espera inaugurar hangar em março de 2014

Com investimento de mais de R$ 4,2 milhões, obras de 3.019 metros quadrados de construção foram retomadas no aeroporto de PP

 

“O projeto de construção é o mesmo, apenas foi efetuada a contratação de uma nova construtora”, explica o capitão.
Atualmente, a Base de Radiopatrulha Aérea está sob regime de comodato nas instalações do hangar da Universidade do Oeste Paulista (Unoeste), no aeroporto. Mas, segundo o capitão, isso não impacta a atividade operacional desenvolvida pelo helicóptero na região.
De acordo com balanço elaborado pela PM, o Águia já acumula 1.030 horas de voo em 1.579 missões realizadas desde quando começou a operar na região. As operações com apoio do helicóptero ajudaram a deter 326 pessoas, a apreender 50 armas e a localizar 115 veículos.
Além da atuação na área da segurança pública, a Base de Radiopatrulha Aérea realiza um trabalho social junto às escolas da região que já levou mais de 3,5 mil crianças a visitas monitoradas ao aeroporto. A unidade também realizou, em 2012, o plantio de mais de 100 mudas de árvores às margens do Córrego do Cedro, em Prudente, como uma forma simbólica de atenuar a emissão de gás carbônico da operação do helicóptero na região e ainda incentiva todo o efetivo a doar sangue anualmente.

 
 
 
 
 
Fonte:Ifronteira

 

Estacionamento do aeroporto de PP será tarifado

      O estacionamento do Aeroporto Estadual de Presidente Prudente passará a ser tarifado ainda este ano. O Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp) abriu licitação para contratar uma empresa destinada a explorar o espaço e fazer a cobrança dos usuários. A abertura dos envelopes está marcada para 22 de julho e, se não houver impedimentos, a nova prestadora de serviços deve ser anunciada até setembro.

Estacionamento do aeroporto foi recentemente ampliado e tem espaço para 420 veículos
         O  estacionamento do maior aeroporto da região foi recentemente ampliado pelo Estado. A obra foi concluída em junho de 2013 e elevou o número de vagas disponíveis de 300 para 420. De acordo com o edital de licitação, a estrutura é divida em dois lotes e mede 5.164 metros quadrados (m²). Além de zelar pelo acesso e estacionamento dos veículos, a concessionária ficará responsável por serviços de energia, telefonia, água e esgoto do terreno concedido. A escolhida poderá explorar o local por dois anos.
       Para o diretor regional da Associação das Agências de Viagens Independentes de São Paulo (Aviesp), Marcos Antônio Carvalho Lucas, a concessão de espaços à iniciativa privada já tem ocorrido em aeroportos de porte semelhante ao de Prudente. Embora o serviço traga mais segurança e conforto aos usuários, é necessário haver bom senso na hora de definir a taxa. “Não se pode colocar um preço que prejudique a população”, avalia. 
       Mesmo com uma cobrança acessível, Lucas acredita que é direito do usuário dispor de alguma outra área não tarifada para estacionar seu veículo. “Deve-se pensar em algum terreno externo para receber aqueles que não estão dispostos a pagar”, comenta. A Assessoria de Imprensa do Daesp lembra que o preço da tarifa será definido pela própria concessionária, assim, não haverá interferência do Estado.
     A abertura dos envelopes está marcada para 22 de julho, às 10h, na capital paulista. Dali em diante, como esclarece a Assessoria de Imprensa do Daesp, haverá a análise dos valores propostos e a qualificação das empresas, para que sejam publicados os três nomes pré-selecionados. Caso não haja recurso por parte das derrotadas, a empresa escolhida é anunciada em um prazo médio de 30 dias após a data da licitação.

Em obras
      A ampliação do estacionamento fez parte de um pacote de melhorias orçado em aproximadamente R$ 9 milhões e que incluiu a reforma do terminal de passageiros, que terá sua capacidade operacional ampliada  de 1.377 m² para 4.600 m² (o projeto foi concluído em 2012 e está em análise nos órgãos da Aeronáutica), e  aquisição de mais um caminhão de combate a incêndio, elevando o nível de segurança do complexo. Além delas, houve a revitalização do balizamento noturno, realização de projeto de sinalização vertical dos sistemas de pistas e pátios, reconstrução e ampliação de pátios de aeronaves e vias de acesso.
Conforme a assessoria do Daesp, está em fase final de conclusão a obra de ampliação do pátio de aeronaves, construção de via de acesso aos hangares e transferência da edificação operacional da Seção contra Incêndio (SCI).

Fonte: Imparcial

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

PPB no Ar: Um dia perfeito é um dia no aeroporto

Boa noite amigos. Postando aqui algumas fotos do nosso amigo Marcos Antonio ( Roque Aviation ) do Aeroporto de Presidente Prudente (SBDN/PPB). Estive com ele durante algumas horas curtindo esse nosso maravilhoso mundo de assas.














sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Push-Back, Acionamento e Decolagem em SBDN

Olá senhores, boa noite.
Acabei de encontrar um vídeo do ATR 72-600 da Azul Linhas Aéreas Brasileiras no procedimento de Push-Back, acionamento e decolagem da 12 do Aeroporto de Pres. Prudente (SBDN-PPB).
Está aí as cenas no cockpit.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Depois de uma longa espera !!!


Em atendimento a pedido ao governo do Estado, com gestões desde o primeiro mandato, se empenhando junto ao secretário estadual de Logística e Transportes, Saulo de Castro Abreu Filho, o deputado estadual Ed Thomas (PSB), anuncia mais uma conquista para Presidente Prudente. O aeroporto estadual "Ademar de Barros" acaba de ser contemplado com um moderno veículo para combate a incêndio, um novo caminhão modelo AP-2, específico para utilização em aeroportos e que custou ao governo estadual R$ 1,57 milhão, segundo o Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp).
A nova unidade vem se juntar às novas instalações da Seção Contra Incêndios (SCI), também solicitadas por este parlamentar, além de inúmeras melhorias como a reconstrução do pátio de concreto, e sua ampliação, pista de asfalto (vias internas), além de nova sinalização e equipamentos e demais itens de segurança. "O nosso aeroporto é o terceiro do Estado em movimentação de passageiros.
E não é de hoje que vínhamos pedindo melhorias das atuais condições para proporcionar mais agilidade aos serviços e principalmente para dar maior segurança aos usuários", explica Ed Thomas, que também reivindicou a instalação de terminal bancário e uma moderna esteira para o terminal de passageiros. "Com a evolução das condições de melhorias, adequações e principalmente com a nova unidade de combate a incêndio, aguardamos também a reclassificação do nosso aeroporto que poderá oferecer mais rotas de viagens e receber aeronaves de maior porte", enfatizou o deputado, diante de um projeto estimado em quase R$ 10 milhões de investimentos no local que somente em 2012 teve a movimentação de 268.396 passageiros, segundo o Daesp.  


quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Aeroporto Estadual de Prudente pode receber melhorias federais

O governo federal deve anunciar ainda este ano um novo plano de aviação regional, com vistas a fomentar o transporte aéreo de passageiros em aeroportos considerados prioritários. Conforme a Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, órgão responsável pela empreitada, a metodologia para escolha dos municípios levará em conta aspectos econômicos, turísticos e de baixo acesso aos outros tipos de transportes. Apesar de não confirmar o Aeroporto Estadual de Presidente Prudente como um dos beneficiados, o presidente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Gustavo do Vale, informou à Agência Brasil que a unidade estaria na lista de prioridades.
De acordo com a Assessoria de Imprensa da pasta, antes de o governo anunciar o plano, “estão sendo feitas reuniões com os representantes dos Estados para discutir a situação atual da infraestrutura aeroportuária, bem como o planejamento e os estudos técnicos relativos ao desenvolvimento, manutenção e administração dos aeroportos”. O plano pretende ampliar a capacidade dos aeroportos regionais para receber mais aeronaves e de maior porte.

Fonte: O Imparcial

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Movimento de Passageiros no mes de Agosto/2011 e Agosto/2012



      MÊS DE AGOSTO   /  ACUMULADO              MÊS DE AGOSTO    / ACUMULADO
      2011                    2011                                   2012                     2012
 26.522                     161.479                              26.705                 197.855

(Imagem Ilustrativa )

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

SP quer concessionar 30% de seus aeroportos


O Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp), segundo maior administrador aeroportuário do país, pretende passar para a administração da iniciativa privada pelo menos dez de seus 31 aeroportos. O modelo de participação das empresas e a lista dos terminais estão sendo definidos em estudo.
A concessão ou a Parceria Público-Privada (PPP) deve envolver os aeroportos de maior movimento de voos comerciais, como Ribeirão Preto, Bauru, Presidente Prudente, Marília, São José do Rio Preto e Araçatuba, e os com maior número de pousos e decolagens na aviação executiva, como Campinas (Amarais), Jundiaí, Sorocaba e Bragança Paulista.
O movimento dos aeroportos administrados pelo Daesp cresceu 134% entre janeiro e julho de 2009 e o mesmo período de 2012, passando de 710 mil para 1,6 milhões de passageiros. O Daesp trilha o mesmo caminho feito pela Infraero, administradora de 66 aeroportos, que concedeu à iniciativa privada três no início do ano e estuda modelos de PPP para pelo menos outros três.
A rápida expansão da aviação fez com que o orçamento para investimentos nos aeroportos do Daesp triplicasse no período. Até 2010, o Daesp desembolsou R$ 20 milhões anuais na manutenção das estruturas.
Em 2011, o órgão destinou R$ 60 milhões, que foram direcionados para melhora da segurança operacional, recapeamento da pista e sinalização.
Neste ano, os desembolsos previstos chegam a R$ 100 milhões e dão prioridade para segurança de voo e elaboração de projetos para aumento de capacidade dos aeroportos, que devem começar a sair do papel no ano que vem.
O planejamento prevê aumentar a capacidade dos terminais, atendendo a demanda prevista até 2030. A ampliação dos aeroportos de Presidente Prudente, São José do Rio Preto, Araçatuba, Marília ainda passa pela fase de projetos e orçamento das obras.
O Daesp não possui estimativa do custo das intervenções, mas prevê que sejam iniciadas em 2013 e concluídas em 18 meses. “Estamos estudando um modelo para PPP. Queremos trazer a iniciativa privada para garantir esse crescimento”, afirma o superintendente da Daesp, Ricardo Volpi. Ele lembra que em 2011 os aeroportos regionais viveram um “boom” com o interesse de novas companhias, como a Webjet, nessas cidades.
Além disso, Trip, Azul e Passaredo aumentaram suas ofertas nas cidades do interior paulista, com destaque para Ribeirão Preto, onde o terminal recebeu investimento de R$ 10,4 milhões, aumentando a capacidade de 300 mil passageiros anuais para 2 milhões por ano. “Em 2012 há uma acomodação em todas as cidades, mas com acréscimo de 12% em relação ao ano passado”, diz.
O estudo que vai levantar a melhor maneira de participação da iniciativa privada aponta ainda a demanda prevista para 2030. “Ele será atualizado a cada cinco anos. Até por que os cenários mudam. Em Ribeirão Preto, prevíamos atingir 1 milhão de passageiros em 2015 e esse patamar foi ultrapassado em 2011″, lembra o superintendente do Daesp.
De acordo com o secretário de Logística e Transportes de São Paulo, Saulo Abreu, a decisão sobre os aeroportos sai até novembro e os contratos devem ser de 35 anos.
“Com a chegada da iniciativa privada estamos estudando hipóteses de alguns aeroportos deixarem de existir e construir outros com maior espaço operacional”, diz, sem apontar quais seriam as cidades onde isso pode ocorrer.
Aos poucos a aviação comercial também amplia sua presença nas cidades do interior paulista. Bauru ganhou novo aeroporto em 2006, possibilitando a chegada de companhias aéreas.
Em Araraquara, que não possui voos comerciais, o novo terminal começou a ser construído em fevereiro e deve ser entregue em março de 2013. Já há interesse de empresas para operar no local e o terminal terá capacidade para 500 mil passageiros.
Franca, que hoje opera apenas voos executivos, ganhará pista de 1,4 mil metros e também deve receber operação comercial nos próximos meses. Votuporanga, no extremo oeste paulista, está recebendo adaptações para receber um voo diário de uma companhia regional. “Há uma demanda de cidades do Mato Grosso do Sul e de Goiás, que fazem divisa com São Paulo, que serão atendidos por esse aeroporto”, diz Volpi.
A operação dos aeroportos regionais, no entanto, requer desafios. Até o ano passado, o Daesp tinha receita deficitária (prejuízo de R$ 6,5 milhões em 2011), passando a registrar lucro apenas neste ano (R$ 2 milhões entre janeiro e julho de 2012).
Alguns empreendimentos, como o de Bauru-Arealva, que foi inaugurado em 2006, continuam não sendo rentáveis. “Conseguimos reverter as perdas na maior parte dos aeroportos, mas ainda há aqueles que precisam de adequação”, afirma Volpi.
Para tornar os aeroportos do interior paulista rentáveis, o vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos, defende que haja mais possibilidades de voos para a capital. “Hoje Congonhas e Guarulhos não têm mais espaço. Queremos que o Campo de Marte seja destinado à aviação regional”, aponta.
Hoje, o aeroporto executivo está reservado para receber a estação de São Paulo do trem-bala, mas Afif lembra que o governo do Estado trabalha junto à União para transferi-la para a estação de trem Água Branca.
“Com isso, somado ao fato de a aviação executiva ganhar novos aeroportos privados, os aviões ATR [utilizados em voos regionais] poderiam utilizam o Campo de Marte, dando maior atratividade para idas ao interior”, aponta.
Os aeroportos executivos localizados no entorno da capital paulista, que concentram o maior número de pousos e decolagens dessa categoria, também devem passam por reestruturações.
Em Campinas, o Campo dos Amarais ganhará ampliação dos sistemas de pistas e pátios. O investimento é de R$ 7,7 milhões e deve ser concluído em março de 2013. As obras preveem ainda infraestrutura para novos hangares com a construção das vias de serviço para veículos e pista de rolamento.
Em Jundiaí, a obra para melhorias nos sistemas de auxílio à navegação foi licitada em agosto e deve custar R$ 4 milhões. Além disso, a pista do aeroporto de Sorocaba está sendo ampliada e há construção de novos hangares, com investimento de R$ 7,1 milhões.
“É um dos aeroportos com maior possibilidade de expansão, por conta da demanda e do espaço disponível no entorno do aeroporto”, ressalta Saulo Abreu. Já em Bragança Paulista, as adaptações incluem melhorias na estação meteorológica, sinalização e drenagem, com custos de R$ 2 milhões.

Fonte: Agencia T1

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Azul: Voos para Dourados - MS

A Azul continua investindo em seu crescimento, e já chega a seu 51º destino, mais precisamente a cidade de Dourados – Mato Grosso do Sul. Como já vinha sendo antecipado em diversos meios informativos a Azul conseguiu a liberação da Anac (Agência Nacional de Aviação) para operar voos para Dourados. No Estado do Mato Grosso do Sul, a cidade de Dourados será a segunda a receber voos da Companhia, que terá frequência diária, com voos saindo de Campinas no Aeroporto Viracopos, com escala em Presidente Prudente.
As vendas para este novo trecho já vem acontecendo, porém os voos começaram a ser operados a partir do dia 04 de outubro, na aeronave ATR72-600, com capacidade para 70 passageiros. Os preços das passagens aéreas estão sendo tarifados em R$ 149,90 entre Campinas e Dourados, e R$ 99,90 para Presidente Prudente.
Além de Dourados a Azul pretende operar em breve na cidade de Três Lagoas, conforme foi estabelecido entre a empresa e o Governo de Mato Grosso do Sul no início do ano. Para começar a operar em Três Lagoas, a Azul aguarda a finalização das obras no aeroporto e posteriormente, liberação da Anac.
Além da Azul, o Aeroporto de Dourados ainda recebe voos da TRIP, que há poucos meses atrás foi adquirida pela Azul.
Demais informações referente a notícia, pode ser obtida diretamente pelo site da Azul, disponível no link a seguir: www.voeazul.com.br
 

domingo, 2 de setembro de 2012

PPB no Ar: Esquadrilha da Fumaça - Pres. Venceslau - SP [01/Set/2012]

Bom dia pessoal. Aqui alguns registros da Esquadrilha da Fumaça que esteve em Pres. Venceslau fazendo suas apresentações. Uma apresentação maravilhosa, com muita adrenalina e emoção.
A cada manobra era um arrepio. Parabéns aos ótimos Pilotos.















PPB no Ar: 1° Voo com o Paulistinha

Bom dia amigos, nessa última Quinta-Feira eu e meu amigo Fernando Carvalho fizemos um voo de navegação entre Presidente Prudente (SBDN) e Presidente Epitácio (SDEP) com o Paulistinha P-56C do Aeroclube Presidente Prudente.
Foi um voo incrível, fiquei muito feliz com a oportunidade que tive.
Muito obrigado, Fernando por tudo!










Eu (assento dianteiro) e meu amigo Fernando Carvalho, um grande Aviador.